Home / Geral / Baixo Astral / PARA O BEM DE JUAZEIRO E DA DEMOCRACIA, GLÊDSON BEZERRA DEVE SER ACLAMADO PREFEITO

PARA O BEM DE JUAZEIRO E DA DEMOCRACIA, GLÊDSON BEZERRA DEVE SER ACLAMADO PREFEITO

O vereador Glêdson Bezerra(PODEMOS), eleito prefeito de Juazeiro do Norte nas últimas eleições municipais, conta com o beneplácito de ser aquele cara tranquilo, mas que no momento de defender os seus pontos de vista, sai de baixo.

Esta estorinha do cara ganhar as eleições democraticamente nas urnas e depois os adversários que foram repudiados pela massa, virem agora querer anular a decisão soberana dos eleitores romeiros, calma lá, isso é puro golpe.

Juazeiro do Norte já foi vítima de um casuísmo político que marca até hoje a história política deste município que foi a cassação extemporânea e desastrosa de seu então prefeito Mozart Cardoso de Alencar, médico e intelectual que foi eleito em outubro de 1972, empossado em 31 de janeiro de 1973 e cassado injustamente em 31 de setembro de 1975. Por não concordar em continuar rezando na cartilha dos poderosos irmãos Bezerra de Menezes, doutor Mozart foi severamente punido com a interrupção sumária de seu mandato. Na realidade, foi vítima dos casuísmos da época em que vigorava a pesada mão dos generais presidentes da Ditadura Militar, instalada no Brasil no dia primeiro de abril do ano de 1964.

Pois bem, 45 anos após esta mácula que mancha a história política de Juazeiro do Norte, eis que agora está a surgir mais um desses casuísmos políticos severos, onde um cidadão pacato da civilização, sem manchas alguma em seu currículo, um líder político nato, ganha uma eleição contra tudo e contra todos, sem maiores aportes financeiros e agora, ao contrário do doiutor Mozart Cardoso de Alencar que foi vítima do mandonismo da Ditadura Militar, está sendo triturado por um Tribunal de Excessão que foi o que se transformou o nosso egrégio Tribunal Regional Eleitoral no Ceará.

Acredito que se amanhã, quarta-feira, dia 25 de novembro de 2020, data que o TRE prometeu uma resolução deste Deus nos acuda, caso Glêdson Bezerra seja passado para trás por esta operação “tapetão”, deve convocar os juazeirenses para ocuparem as ruas e fazer valer a voz do povo que como costuma dizer os poetas mais religiosos: “A voz do povo é a voz de Deus.” Sendo assim, estamos para lá de conversados.


Veja Também

GILMAR MENDES FICA MAIS UMA VEZ AO LADO DOS MAIS FORTES, EM DETRIMENTO DOS MAIS FRACOS

Márcio Falcão e Fernanda VivasG1 / TV Globo O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *