Home / Geral / Alto astral / ALTA FANTASIA! LIVROS DE GEORGE MARTIN, QUE INSPIRAM A SÉRIE “GUERRA DOS TRONOS”

ALTA FANTASIA! LIVROS DE GEORGE MARTIN, QUE INSPIRAM A SÉRIE “GUERRA DOS TRONOS”

Júlia de Aquino
Instagram literário @juentreestantes

George Martin

Na última década, o nome “George Martin” se tornou mais forte e conhecido, tanto no país como em todo o mundo. E muito desse sucesso tem origem na série da HBO, Guerra dos Tronos, lançada em 2011.

E apesar de muitos saberem que ele é um autor consagrado, ainda há pessoas que não sabem que a série nasceu de uma coleção de livros cujo nome NÃO É “Guerra dos Tronos”. A obra de Martin que originou a produção da HBO foram os livros das “Crônicas de Gelo e Fogo”, até o momento com cinco títulos.

O nome “Guerra dos Tronos” é o título do livro 1 da série, cuja publicação foi em 1996. Inicialmente, seria uma trilogia, mas o autor decidiu fazer cinco livros. Porém, há alguns anos todos ficamos sabendo que serão sete livros e os dois últimos ainda não têm previsão para serem lançados.

AS CRÔNICAS DE GELO E FOGO – George Martin começou a desenvolver a série de alta fantasia em 1991, e apesar de parecer uma trama “confusa” e complexa, as premissas são bem claras.

De forma resumida, três situações principais norteiam toda a série e fatos:

  • Uma guerra civil entre várias famílias dinásticas poderosas pelo controle dos Sete Reinos de Westeros e do Trono de Ferro;
  • A ameaça crescente das criaturas sobrenaturais conhecidas como os Outros, que habitam além da Muralha de gelo que fica ao Norte.
  • A ambição de Daenerys Targaryen, a filha exilada de um rei louco deposto 15 anos antes em outra guerra civil, prestes a voltar e reivindicar seu trono por direito.

PERSONAGENS – É unanimidade global que os personagens são perfeitamente construídos, um dos principais elementos que fizeram a fama da série. Desde o início, nos envolvemos com todos eles, sejam bons, maus, divertidos ou com postura séria.

Até mesmo o conceito de maldade e bondade é colocado em xeque. De maneira geral, cada um deles é tão complexo que fica impossível rotulá-los com apenas uma definição. Todos são seres humanos, com falhas, acertos, senso estratégico e ganância (o que muda em cada um é “nível” dessas e de outras tantas características).

A parte “triste” da série, que deixam os fãs inconsoláveis, é o fato de que não é recomendado que nos apeguemos a nenhum personagem, pois o autor não se importa muito com isso. George Martin não hesita em matar alguém, seja figura querida ou odiada. Ler “As crônicas de gelo e fogo” é vivenciar a frase “qualquer um pode morrer a qualquer momento”

ORDEM DOS LIVROS – Como citado acima, até hoje cinco livros foram publicados. O sexto livro é esperado há dez anos (!!!) pelos fãs, mas de acordo com Martin ele saíra em 2021, uma vez que o isolamento permitiu que ele se dedicasse mais a essa continuação.

Até 2019, a editora responsável pelas publicações era a LeYa, mas desde então a Suma tem os direitos da série no Brasil.

A ordem dos livros é: LIVRO 1: A Guerra dos Tronos; LIVRO 2: A fúria dos reis. LIVRO 3: A tormenta de espadas; LIVRO 4: O festim dos corvos; LIVRO 5: A dança dos dragões; LIVRO 6: Os Ventos do Inverno (publicação prevista para 2021, mas sem confirmação); LIVRO 7: Um Sonho de Primavera (sem previsão).

SÉRIE DA HBO – A atração, chamada “Game of Thrones” em inglês estreou originalmente em abril de 2011 e terminou na oitava temporada, em 2019.

Para a primeira, o orçamento estimado foi entre cinquenta e sessenta milhões de dólares, apenas para dez episódios. Hoje, acredita-se que seja a série mais cara da história.

O autor foi um dos roteiristas no início, mas a partir da quarta temporada saiu do time da produção. As últimas temporadas são muito criticadas por desviarem da trama original e apresentarem acontecimentos inconcebíveis nas histórias dos livros.

LEITURA INDICADA – Pessoalmente, tinha muito “pré-conceito literário” com essa série, e comecei a ler apenas “para falar mal”. No entanto, desde o primeiro livro me apaixonei, e atualmente sou mais uma fã à espera da tão sonhada continuação. Leitura que recomendo muito!

E a dica que eu dou é: não temam o tamanho dos livros ou a escrita prolixa de George Martin. É uma obra genial, atemporal, que merece ser lida por todos (mulheres, homens, jovens, idosos e até papagaios e baratas)!

Veja Também

SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO COMEÇA A CONVERSAR COM SINDICATO DE SERVIDORES DE JUÁ

A secretária de Educação, Pergentina Jardim, esteve reunida na manhã de hoje, 19, com representantes ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *