Home / Geral / Brasil / HITLER SOFREU 42 ATENTADOS(REAIS OU SIMULADOS) E SE DIZIA UM ENVIADO DE DEUS
Georg Elser matou oito pessoas em 1939, mas Hitler escapou

HITLER SOFREU 42 ATENTADOS(REAIS OU SIMULADOS) E SE DIZIA UM ENVIADO DE DEUS

Francisco Bendl

Hitler sofreu 42 atentados – reais ou simulados – durante o período que foi o ditador nazista, que levou o mundo para o maior conflito da história da humanidade. A cada atentado em que saía com vida, o ditador aparecia diante do povo, e afirmava estar protegido por forças divinas, para se constituir como um mito, uma pessoa que contava com o apoio de Deus, estratégia que lhe rendeu mais fanáticos e seguidores.

O início desta lenda, que a propaganda nazista aproveitou muito bem, ocorreu em 1939, num atentado a bomba cometido por Georg Elser, um carpinteiro alemão batalhador e comunista, ferozmente contrário ao Nazismo.

A PREPARAÇÃO – Elser previu que o regime de Hitler iria levar seu país à guerra e à ruína financeira e, no final de 1938, decidiu fazer algo a respeito.

Sabendo que Hitler discursaria na cervejaria Bürgerbräukeller de Munique, no aniversário do “Putsch da Cervejaria”, Elser passou vários meses construindo uma bomba com um timer de 144 horas. Quanto ela ficou pronta, foi para Munique e começou a frequentar diariamente a Bürgerbräukeller, na tentativa de cavar uma cavidade em uma coluna de pedra debaixo da plataforma do alto-falante.

Após várias semanas de trabalho clandestino e meticuloso, Elser conseguiu instalar com sucesso sua bomba. Ele a programou para explodir em 8 de novembro de 1939, às 21h20m – aproximadamente no meio do discurso de Hitler.

HITLER SAIU ILESO – Elser planejou o seu atentado com perfeição, porém a sorte não estava do seu lado. A Segunda Guerra Mundial havia começado em definitivo alguns meses antes, e Hitler mudou o horário do discurso para as 20 horas, de modo que pudesse estar de volta a Berlim o mais rápido possível. 

O Führer finalizou seu discurso às 21h07m e às 21h12m já havia deixado o local. Apenas oito minutos depois, a bomba de Elser explodiu, destruindo a coluna e fazendo com que uma parte do teto caísse no pódio do orador.

Oito pessoas morreram e dezenas ficaram feridas, mas Hitler não foi uma delas.

PRESO EM DACHAU – Elser foi capturado naquela mesma noite enquanto tentava fugir pela fronteira suíça, e acabou confessando o crime depois que as autoridades encontraram seus planos de bomba.

Elser passaria os próximos anos confinado no campo de concentração nazista em Dachau. Em abril de 1945, com o Terceiro Reich desmoronando, ele foi executado pela SS dentro da sua cela.

É SÓ COINCIDÊNCIA? – Qualquer semelhança com o atentado a Bolsonaro seria mera coincidência?! Lembro que foi depois de o atentado que Bolsonaro passou a declarar que a sua eleição era obra divina, e que Deus o havia escolhido para ser o presidente do Brasil. Será a História se repetindo como farsa, como dizia Karl Marx?

Veja Também

APÓS 77 ANOS DE SUA PUBLICAÇÃO, “O PEQUENO PRÍNCIPE” É O MAIS LIDO EM TODO O MUNDO

Júlia de AquinoInstagram literário @juentreestantes “É preciso que eu suporte duas ou três larvas se ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *