Home / Geral / Cariri / SAÍDA DE ZÉ ADEGA DO PÁREO NÃO TEVE ALGOZ, FOI TUDO FALTA DE TATO POLÍTICO

SAÍDA DE ZÉ ADEGA DO PÁREO NÃO TEVE ALGOZ, FOI TUDO FALTA DE TATO POLÍTICO

Uma descarga elétrica(política) eletrocutou as pretensões do ex-prefeito do Crato José Adega de voltar a dar as cartas no Palácio Alexandre Arrais.
Acredito que ninguém pode ser responsabilizado por esta decisão pouco democrática do PSD de barrar a sua candidatura no baile, pois avisos não faltaram no sentido de alertá-lo do perigo que seria uma candidatura a prefeito em uma cidade da importância política do Crato, onde o prefeito é do lado do governador e o cara abrir uma distensão, e ainda por cima se alojar numa sigla subserviente a Camilo Santana. Mas é claro que o presidente do PSD, ex-deputado Domingos Aguiar Filho, não teria o desplante de se negar a atender a um pedido do companheiro Camilo Santana e tirar do ex-prefeito cratense a legenda.

Hoje cedo uma figura ligada aos poderosos de plantão no Ceará me contactou para saber como andava o clima na cidade depois desta intervenção branca em cima do Zé Adega. Respondi-lhe que estava um bocadinho de gente aturdida, mas que ligeirinho este estado emocional passava. O mesmo me garantiu que a visita do deputado estadual Fernando Santana ao ex-prefeito José Adega no mês passado, foi um claro sinal do governador Camilo ao ex-aliado, uma última tentativa de fazê-lo entender que o melhor seria o mesmo abandonar esta estória de candidatura e voltar para os braços da situação estadual e municipal. “Mas infelizmente o José Adega não entendeu o recado, levando o governador a usar da força que o poder lhe confere para defenestrá-lo de uma só tacada da disputa majoritária no Crato,” revelou a minha fonte.

Veja Também

DISPUTA NO CRATO SERÁ DA DIREITA COM A ESQUERDA, ASSIM DIZEM AS ANÁLISES

A turma da esquerda mais radical está tentando aqui no Crato, vejam muito bem, tirar ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *