Home / Geral / Baixo Astral / FIM DA PICADA: BOLSONARO DIZ QUE NOVO MINISTRO DO STF TEM QUE TOMAR CERVEJA COM ELE

FIM DA PICADA: BOLSONARO DIZ QUE NOVO MINISTRO DO STF TEM QUE TOMAR CERVEJA COM ELE

Mônica Bergamo
Folha

O gabinete de Jair Bolsonaro passou a receber uma romaria de juízes, parlamentares, religiosos e autoridades que pretendem indicar a ele o perfil de candidatos para a vaga de Celso de Mello no STF (Supremo Tribunal Federal) —o magistrado se aposenta compulsoriamente em novembro. O presidente já deixou claro: vai indicar uma pessoa de sua inteira confiança para a corte.

Em mais de uma conversa, Bolsonaro disse que seria “bem sincero”, segundo relatos: ouviria os argumentos, mas indicaria alguém que “toma cerveja comigo no fim de semana”.

Secretário Jorge Oliveira é amigo íntimo de Bolsonaro

EXTREMAMENTE TÉCNICA – Essa característica não impediria que a pessoa escolhida fosse “extremamente técnica”, disse Bolsonaro, ainda de acordo com relatos de quem esteve com ele.

Uma coincidência: na maioria das vezes, o presidente chamou o secretário-geral da Presidência, Jorge Oliveira, para apresentar aos interlocutores e acompanhar as reuniões.

Oliveira é amigo de longa data de Bolsonaro e considerado, hoje, um dos principais candidatos à vaga ao STF.

Só nas últimas semanas Bolsonaro recebeu evangélicos como Silas Malafaia e entidades como a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) e associações de magistrados de Goiás, Pará, Distrito Federal e Ceará para falar da futura escolha.


NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG 
– Precisamos torcer para que essa notícia não se concretize. O secretário Jorge Oliveira é amigo íntimo de Bolsonaro, isso não se discute, mas não tem o menor saber jurídico. Filho de um capitão do Exército que era chefe de gabinete do então deputado Bolsonaro na Câmara, entrou para a PM de Brasília, mas jamais enfrentou a criminalidade. Apadrinhado por Bolsonaro, desde o início foi lotado na Academia de Polícia. Aposentou-se aos 42 anos, como major. Nas horas vagas, fez um curso de Direito e passou a duras penas no exame da Ordem. Diz ser “jurista”, mas tem dificuldades para decidir entre um decreto e uma medida provisória. Diversas medidas tomadas pelo “jurista” já foram devolvidas pela Câmara, por erro de aplicação. É pior do que Dias Toffoli, mas muito pior, mesmo. Que Deus nos proteja!

Veja Também

NO DIA DO POETA, CONFIRA UM SONETO QUE REFLETE A EMOÇÃO DE SE FAZER POEMAS

Paulo Peres Poemas & Canções Hoje é o Dia do Poeta e, neste sentido, publicamos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *