Home / Geral / Alto astral / O THRILLER “QUARTO” SURPREENDE DE QUALQUER MANEIRA

O THRILLER “QUARTO” SURPREENDE DE QUALQUER MANEIRA

Júlia de Aquino
Instagram literário @juentreestantes

“É tudo real no Lá Fora. A Mãe e eu não podemos ir lá porque não sabemos o código secreto, mas assim mesmo é real”.

ATENÇÃO – O livro aqui comentando possui os seguintes gatilhos: claustrofobia; violência doméstica; estupro. (se os temas causarem desconforto ou fobia, não é aconselhável a leitura da obra citada e do texto abaixo).

A experiência com esse livro, comigo, pode ser resumida da seguinte forma: aquele livro que ficou três anos na estante, esperando para ser lido mas nunca escolhido (seria a capa? O tamanho? A sinopse?). Assim que – finalmente – foi o escolhido, surpreendeu sua leitora de diversas maneiras.

Com toda certeza todos já passaram por uma situação parecida com algum título específico. O tempo de espera pode variar, mas é sempre indefinida a sensação que justifica nossa não-escolha.

O LIVRO – Jack, de cinco anos, e sua Mãe vivem num quarto, o único lugar que ele conhece. Ele dorme no Guarda-Roupa, onde fica quando o Velho Nick visita a Mãe à noite. Jack começa a ficar cada dia mais curioso sobre sua realidade e passa a questionar a Mãe constantemente.

Quando ela elabora um plano de fuga, o menino precisa entender que terá um papel crucial nele.

NARRATIVA – Sem dúvidas é o aspecto principal do livro, o que mais chama atenção de quem o lê. A história inteira – da primeira à última página – é narrada pelo menino Jack.

A forma perfeita como a autora descreve a mentalidade de uma criança de cinco anos impressiona e comove. Os erros de português do menino correspondem fielmente aos enganos cometidos por crianças de sua idade (por exemplo, constantemente ele troca a palavra “trouxe” por trazeu” – veja exemplo nos trechos citados no fim do texto). Nesse sentido, vale enaltecer o trabalho da tradução da Verus Editora.

UM MUNDO SEGURO – Outro ponto interessantíssimo é o fato de todos os objetos e pessoas serem escritos com a primeira letra Maiúscula, como se para Jack fossem “entidades” importantes (Mãe, Abajur, Cama, Pia…). Afinal, é tudo o que ele conhece na vida, seu mundo, o local mais seguro que pode existir.

Por todos esses motivos, e a despeito dos elogios, a narrativa pode ser angustiante ou até fazer mal a alguns leitores. Falando pessoalmente, ele mexeu muito comigo em alguns momentos, a ponto de eu precisar parar de ler para respirar um pouco e me distrair com outra coisa, principalmente na parte da Fuga (citada na sinopse).

CINEMA – O filme “O quarto de Jack” é a adaptação do livro, e a atriz que vive a Mãe, Brie Larson, ganhou o Oscar 2016 por sua atuação.

Uma curiosidade: apesar de no filme ela se chamar Joy Newsome, no livro o nome dela não é falado em nenhum momento. Isso é genial, porque reforça ainda mais a ideia de que, para Jack, a Mãe é única, que não precisa ser “identificada no Lá Fora”.

Livro: Quarto
Autor: Emma Donoghue
Editora: Verus
Páginas: 350


ALGUNS TRECHOS

  • O ar é real e a água só na Banheira e na Pia, os rios e os lagos são da TV”
  • “Bombeiros, professores, ladrões, bebês e gente de todo tipo, todos estão mesmo no Lá Fora. Mas eu não estou lá, eu e a Mãe, nós somos os únicos que não estão lá. Será que ainda somos reais?”
  • “Acho que foi o Lá Fora que eu vi. O Lá Fora é real e brilha muito, mas eu não consigo…”
  • “Um dia, quando eu tinha quatro anos, a TV morreu e eu chorei, mas de noite o Velho Nick trazeu uma caixa mágica de conversor para fazer a TV ressuscitar”.
  • “De manhã, estávamos comendo mingau de aveia e eu vi marcas.
  • “Você está suja no pescoço” –  A Mãe apenas bebeu água, a pele se mexeu quando ela engoliu. “Na verdade, não é sujeira, acho que não.”
  • “-Escute. O que vemos na televisão são… são imagens de coisas reais.
  • Essa foi a coisa mais assombrosa que eu já escutei.”
  • “No Quarto eu ficava seguro e o Lá Fora é que me assusta”

Veja Também

FLÁVIO BOLSONARO CHAMA PAULO MARINHO DE “TIAZINHA DE PULÔVER” E ESTE AMEAÇA REVELAR O QUE ELE FEZ NO VERÃO DE 2018

Mônica BergamoFolha O senador Flávio Bolsonaro atacou o empresário Paulo Marinho em suas redes sociais ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *