Home / Geral / Baixo Astral / RIO DE JANEIRO VITIMA DE ARROMBAMENTOS NESTE PERÍODO DE CORONAVIRUS

RIO DE JANEIRO VITIMA DE ARROMBAMENTOS NESTE PERÍODO DE CORONAVIRUS

A onda de invasões e arrombamentos a imóveis no Rio de Janeiro neste período de quarentena continua preocupante. Casos como as lojas invadidas em Botafogo na última semana, e mesmo a escola que foi invadida por 100 pessoas na Lapa, e que noticiamos aqui, vêm se repetindo com freqüência cada vez maior. Além disso, relatos do programa Balanço Geral deram conta que na Penha algumas lojas vem sendo arrombadas.


Desta vez, a tentativa de invasão de um restaurante que se encontra trabalhando apenas com delivery, em plena quadra da praia da Rua Barão de Ipanema em Copacabana, foi impedida pelos porteiros do prédio. Mas não sem antes os criminosos danificarem a porta de enrolar em ferro.

O mesmo restaurante já havia sido vítima, há pouco tempo, de um furto que causou grandes prejuízos. Os bandidos levaram equipamentos vitais ao funcionamento do estabelecimento, durante a noite.

Os prejuízos desta vez são estimados em três mil reais. O pequeno restaurante não tem mais que 30 metros quadrados e pertence a uma família, que trabalha ela mesma na empresa, com poucos funcionários contratados. O imóvel é alugado. O negócio, segundo vizinhos, é a única fonte de renda da família. “Esses vagabundos oportunistas não perdem a chance de fazer o mal. E agora, com as ruas desertas, os invasores estão mais corajosos do que nunca”, disse o síndico do edifício em frente ao imóvel, que pediu para não ter seu nome citado pela reportagem.

Segundo um levantamento feito pelo uma das maiores administradoras de imóveis do Rio de Janeiro, em sua carteira de imóveis vazios, houve no mês de março um aumento de 17% no número de arrombamentos e invasões de imóveis da sua carteira de administração de propriedades. “Os donos de imóveis estão muito preocupados, pois o tempo médio para se tirar invasores de propriedades na justiça ultrapassa 2 anos”, disse Wilton Alves, diretor da administradora. “O que estamos fazendo é orientar os proprietários a reduzir os alugueis pedidos ou contratar alarmes e vigias”.

Veja Também

PREFEITO DE FORTALEZA SE ENROSCA NA COMPRA DE RESPIRADORES E ALIADOS SE CALAM

O prefeito Roberto Cláudio está às voltas com denúncias de superfaturamento seríssimas na compra de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *