Home / Geral / Brasil / “EU QUASE NÃO FALO, EU QUASE NÃO SEI DE NADA, SOU COMO RÊS DESGARRADA”

“EU QUASE NÃO FALO, EU QUASE NÃO SEI DE NADA, SOU COMO RÊS DESGARRADA”

Paulo Peres
Poemas & Canções

Dominguinhos e Gil, grandes amigos e parceiros

O instrumentista, cantor e compositor pernambucano José Domingos de Morais (1941-2013), o Dominguinhos, na letra de “Lamento Sertanejo”, em parceria com Gilberto Gil, inspirou-se na vida de tantos que partem do interior do país à procura de oportunidades melhores e, ao chegarem na cidade grande, deparam-se com uma realidade bem diferente daquela conhecida em suas vidas. A música faz parte do LP Refazenda, gravado por Gilberto Gil, em 1975, pela WEA.

LAMENTO SERTANEJO
Gilberto Gil e Dominguinhos

Por ser de lá do Sertão, lá do Cerrado
Lá do interior do mato
Da Caatinga do roçado.
Eu quase não saio
Eu quase não tenho amigos
Eu quase que não consigo
Ficar na cidade sem viver contrariado.

Por ser de lá
Na certa por isso mesmo
Não gosto de cama mole
Não sei comer sem torresmo.
Eu quase não falo
Eu quase não sei de nada
Sou como rês desgarrada
Nessa multidão boiada caminhando a esmo.

Veja Também

BANQUEIROS ALCANÇARAM A PERFEIÇÃO NA ARTE DE EXPLORAR OS CLIENTES

Percival Puggina O sistema bancário brasileiro é sólido e líquido. Sólido porque tem muito dinheiro ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *