Home / Geral / Cariri / GRANDE FRENTE SE REÚNE EM CRATO À REVELIA DO PREFEITO ZÉ AILTON

GRANDE FRENTE SE REÚNE EM CRATO À REVELIA DO PREFEITO ZÉ AILTON

Hoje pela manhã a oposição cratense compareceu à Churrascaria Golden Grill para discutir os rumos que a política citadina vem tomando. Presenças destacadas do promotor aposentado Leitão Moura, do médico Aloísio Brasil, do empresário Rafael Branco, dos ex-prefeitos José Adega e Ronaldo Muniz, do professor Erico Felício Callou, do médico Ailton Esmeraldo Filho, dos vereadores Nando Bezerra, Pedro de Alagoano e Jales Veloso. Bom registrar que o ex-deputado Sineval Roque, o ex-prefeito Samuel Araripe e o ex-vice-prefeito Raimundo Bezerra não estiveram presentes, mas comungam desta mesma plataforma política.

Todos na ocasião foram unânimes em afirmar que estão tomando a decisão de criar esta hipotética frente para se contrapor publicamente aos rumos que o prefeito José Ailton Brasil vem dando aos processo político em nossa cidade.

Alguns como o professor Erico Felício e o médico Aloísio Brasil desde o início da tomada do poder pelo prefeito José Ailton já vinham se mantendo completamente afastados de seu projeto de poder. Outros chegaram com ele aos píncaros da glória municipal, mas foram perdendo o entusiasmo ao longo do tempo ou senão foram esquecidos. Existem alguns com laços fisiológicos ainda bem robustos junto ao prefeito municipal, mas guardam pontas de chateação. O certo é que chegou ao ápice o nível de descontentamento de muitos e influentes líderes cratenses para com o prefeito José Ailton Brasil.

Para quem como o prefeito vem lutando com unhas e dentes para se credenciar à reeleição, esta nova ordem política chegou a tal ponto nevrálgico que vai ser necessário um grande bombeiro para apagar este incêndio que vem devastando seu sonho de continuar dando as cartas na mesa do jogo político cratense.

Para se credenciar a uma reeleição como todos os analistas políticos costumam bem dizer, necessário se faz unir ao máximo as correntes políticas e a sociedade civil organizada. Coisa que o prefeito José Ailton Brasil está tendo dificuldades de colocar em prática.

Restará ao prefeito rezar para que o governador Camilo Santana encarne o papel do grande bombeiro e consiga debelar em parte o fogaréu que se alastrou dentro de seu conturbado campo político.

O governador tem algumas alternativas: 1- Deixar que surja este movimento que aparenta não ter nada de hostil à sua pessoa e aqui não aparecer na eleição, abraçando no final o grande vencedor; 2- apresentar um Plano B em que o prefeito José Ailton abra mão da reeleição para que surja uma candidatura(um tertius) leve e solta, capaz de conjugar o verbo união no atual momento; 3- ou o improvável, partir para o tudo ou nada, vejam bem, abraçando a candidatura do bonamigo José Ailton Brasil e que tudo o mais vá para o inferno.

Diante disso e mais aquilo, aconteceu o que se esperava no Crato, uma rebelião mais forte do que se imaginava e que poderá devastar sonhos como bem costumamos ouvir naquele trecho da música do cantor cearense Raimundo Fagner: “Quanto tempo temos antes de voltarem aquelas ondas. Que vieram como gotas em silêncio tão furioso. Derrubando homens entre outros animais, devastando a sede desses matagais. Derrubando homens entre outros animais, devastando a sede desses matagais. Devorando árvores, pensamentos, seguindo a linha. Do que foi escrito pelo mesmo lábio tão furioso. E se teu amigo vento não te procurar é porque multidões ele foi arrastar.” Que tal ouvirmos o vídeo testa grande música? Vamos lá:

Veja Também

INSCRIÇÕES PARA I OLIMPÍADA DE DIREITO ELEITORAL DA OAB CEARÁ

Estão abertas as inscrições para a I Olimpíada Cearense de Direito Eleitoral destinada aos alunos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *