Home / Geral / Brasil / JANAÍNA PASCHOAL REPREENDE FILHO DE BOLSONARO E ANALISA MINISTROS DO STF

JANAÍNA PASCHOAL REPREENDE FILHO DE BOLSONARO E ANALISA MINISTROS DO STF

“O maior erro que o presidente Bolsonaro cometeu até agora.”

Janaina Paschoal disse a Sonia Racy que indicar Eduardo Bolsonaro para a embaixada nos Estados Unidos “foi o maior erro que o presidente cometeu até agora”.

Diálogo de Flávio Bolsonaro com a senadora Juiza Selma:

“Vocês querem me foder! Vocês querem foder o governo!”, disse Flávio Bolsonaro para a senadora Juíza Selma(PSL), segundo ela detalhou à Veja. “Ele me ligou alterado, dizendo que a gente estava prejudicando. Eu falei ‘baixa a bola… me respeite’. Ele não baixou a bola e eu desliguei o telefone.”

Sobre Flávio Bolsonaro, que tenta barrar a CPI da Lava Toga, ela respondeu:
“Ele não é obrigado a concordar, só não pode pressionar os outros a retirar assinaturas. Isso é inadmissível”.

Caro leitor,

Você pode gostar ou não da atuação política de Janaina Paschoal.

Pode concordar ou não com as suas opiniões e visão de mundo.

Mas é impossível não reconhecer a objetividade e a contundência de suas críticas.

Campeã de votos na última eleição, correligionária de Jair Bolsonaro, a autora do pedido de impeachment que derrubou Dilma Rousseff não poupa ninguém.

Duvida?

Veja o que ela diz sobre os ministros do STF:

“Os ministros são agentes públicos como outros quaisquer. Eles também precisam dar satisfação. Às vezes, os ministros reagem como se fossem intocáveis, inalcançáveis, acima de quaisquer autoridades. Isso não é verdade. Eles estão sujeitos a fiscalizações e críticas de outros agentes públicos.” (…) “Um jornalista que escreve uma matéria pode receber críticas. Mas os magistrados querem se colocar num Olimpo que não é real. Não pode ser real.”

Janaina não se furta a analisar o governo Bolsonaro e a compará-lo aos do PT.

E emenda: os bolsonaristas são melhores do que os petistas.

O petista não consegue ver a realidade. Tem uma dificuldade enorme de reconhecer erros. Ele constrói uma realidade paralela e acredita nela de maneira cega. Mas o que estamos vendo agora é menor. Nos tempos do PT, isso acontecia bem mais. Tenho convivido com o pessoal de agora. É diferente. E são menos numerosos. As pessoas que apoiaram o Bolsonaro e têm um nível intelectual diferenciado conseguem fazer uma crítica, quando veem algo errado. No PT, mesmo as pessoas com nível acadêmico, com grau de instrução diferenciado, não conseguiam fazer crítica. Era mais assustador. Entre os bolsonaristas, não há ninguém muito fechado. Se aparecer algo errado, as pessoas vão reconhecer. Não é o mesmo grau de fanatismo.

Veja Também

CORRIDA MUNDIAL POR PROCESSAMENTO DE DADOS PODE COLONIZAR PAÍSES

A crescente diferença entre os países na capacidade de processamento de dados faz com que ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *