Home / Geral / Brasil / DEPUTADO QUER PGR INVESTIGANDO COLEGA SOB SUSPEITA DO ATAQUE A MORO

DEPUTADO QUER PGR INVESTIGANDO COLEGA SOB SUSPEITA DO ATAQUE A MORO

O deputado federal Heitor Freire (PSL) deu entrada, nesta terça-feira, 11, com um pedido para que a Procuradoria Geral da República (PGR) investigue suposto ataque de hackers aos celulares de Sergio Moro e de membros da força-tarefa da Lava Jato, entre eles o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol. O parlamentar quer a apuração de possível participação do deputado David Miranda (Psol-RJ).

O pedido de Freire teria sido motivado pela “relação de David com o companheiro e jornalista Glenn Greenwald, editor do The Intercept, o site que vazou conteúdo das conversas entre Moro e Dallagnol. David e Glenn são casados e responsáveis por dois filhos.

“A lei define os crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social, e estabelece seu processo e julgamento. Citamos especificamente o Artigo 13, que aborda a comunicação, entrega ou permissão de dados, documentos ou cópias de planos, códigos, cifras ou assuntos que, no interesse do Estado, são classificados como sigilosos, e os incisos 1 e 3, que tratam sobre serviço de espionagem”, explica Freire.

“O que estamos vendo é uma tentativa imoral de desqualificar a maior operação de combate à corrupção do país e que colocou na cadeia uma quadrilha que afundou o país economicamente”, concluiu o deputado, que também preside o PSL do Ceará.

Veja Também

PSL CEARÁ ANUNCIA PROGRAMA DE COMPLIANCE

Em meio à polêmica envolvendo o deputado estadual André Fernandes, que acusou o deputado estadual ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *