Home / Geral / Brasil / CENTRÃO TENTA INTIMIDAR BOLSONARO, MAS TERÁ RESPOSTA DOMINGO.
Senador Omar Aziz

CENTRÃO TENTA INTIMIDAR BOLSONARO, MAS TERÁ RESPOSTA DOMINGO.

Agora deu! Um Congresso Nacional desmoralizado até o pescoço querer dar ordens a um presidente que está tentando frear a corrupção dentro do organismo governamental. Só no Brasil Mesmo!

Segundo a Coluna Radar, da Veja Online, o PSD, partido de Gilberto Kassab, invariavelmente amistoso com todos os governos corruptos — esteve na base de apoio de Lula, Dilma e Temer —, partiu para o ataque contra o capitão.
O senador Omar Aziz(foto) vai apresentar um requerimento ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzini, pedindo que o presidente Bolsonaro identifique individualmente os parlamentares que porventura tenham tido conduta anti-ética, na Câmara e no Senado. Bem que o presidente poderia identificá-los, pois não é difícil apontar o dedo para os pilantras do Congresso, aliás, estão todos eles no Centrão e no PT.

Este Gilberto Kassab que se transformou no câncer da nação brasileira, entrou na política pelas mãos do senador José Serra quando este foi prefeito de São Paulo e ele o seu vice-prefeito, dai renunciou para ser candidato a Governador daquele Estado, ficando Kassab na titularidade do cargo de prefeito paulistano. Começava ai a sua trajetória de conluio com políticos fichas sujas, transformando-se nos dias de hoje no maior achacador das autoridades maiores do que ele.

Desde que o presidente Jair Bolsonaro assumiu a chefia de nossa nação que este cidadão tenta desestabilizá-lo por não conseguir induzi-lo a cometer os crimes que para eles se tornaram comuns.

Que o novo presidente resista e conclame o povo a marchar do seu lado cada vez que se sentir desestabilizado , ameaçado. Afinal, Bolsonaro e a população brasileira estão no caminho certo, quem se desviou foram eles.

Veja Também

PSL CEARÁ ANUNCIA PROGRAMA DE COMPLIANCE

Em meio à polêmica envolvendo o deputado estadual André Fernandes, que acusou o deputado estadual ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *