Nada de especial na agenda em território norte-americano. Mas, segundo amigos próximos, ele passará ali uma semana em clima de temporada. Com direito a boas conversas com formadores de opinião acerca da imagem do Brasil lá fora.

O então candidato a presidente da República pelo PDT já avisou que a aprovação da reforma da Previdência é necessária. Até recrutou Mauro Filho, deputado federal eleito e que atuou como coordenador do plano econômico, para boas conversas sobre o tema com Paulo Guedes, ministro da Economia.

O PDT, enfim, quer ajudar. Mas desde que a reforma de Bolsonaro traga boa carga das suas propostas.