Home / Geral / Brasil / LUIZIANNE LINS VETA CIRO E EUNÍCIO NA COMPOSIÇÃO DE CAMILO SANTANA

LUIZIANNE LINS VETA CIRO E EUNÍCIO NA COMPOSIÇÃO DE CAMILO SANTANA

MEIO DE CAMPO EMBOLADO

A deputada federal Luizianne Lins (PT), às vésperas de encontro do PT Ceará, quebrou o silêncio e mostrou que está, mais uma vez, pronta para brigar em prol de sua relação histórica com o PT.

Em entrevista ao Focus.Jangadeiro desta quarta-feira (25) na Tribuna Bandnews, ela disse que o PT não pode abrir mão da vaga ao Senado e que é capaz de disputar a indicação ao Governo com Camilo Santana, caso o petista não declare apoio à candidatura de Lula ou de outro nome do PT à presidência da República. Ela também reforçou a desavença com os Ferreira Gomes.

Em uma hora de entrevista aos jornalistas Wanderley Filho e Fábio Campos, Luizianne fez declarações fortes sobre as relações políticas no Estado.

Recém-ingressa na Executiva Nacional do PT, Luizianne se credencia para falar em nome do partido com mais propriedade, posto que, antes, pertencia apenas ao deputado federal José Guimarães. “O PT não deve abrir mão de nenhuma vaga que possui hoje”, disse ela, afirmando ser essa a orientação nacional do partido.

Dentro da mega aliança de Camilo Santana, o PT cogita indicar ao Senado Eunício Oliveira, do MDB, e Cid Gomes do PDT. Contrários à aliança com Eunício, Ciro ameaça lançar o nome do presidente estadual do seu partido, André Figueiredo, para a segunda vaga ao Senado.

“Por que o PDT tem direito de lançar duas vagas, e o PT, que é o partido do governador, não tem nenhuma?”

Luizianne se colocou, inclusive, à disposição para disputar o Senado, caso o nome de Pimentel não ganhe ampla maioria. Na quinta-feira (26), o grupo da ex-prefeita vai lançar um manifesto para pressionar pela indicação na chapa.

A petista alfinetou o correligionário José Guimarães, que, diferentemente de 2014, quando se colocou como pré-candidato, tem adotado discursos moderados em defesa do Senado. Luizianne disse que Guimarães demonstrou o interesse em ser candidato para a Executiva e a bancada federal, “mas parece que o discurso não chegou ao Ceará”, afirmou.

Camilo Santana

Para defender os interesses do PT, especialmente a pré-candidatura do ex-presidente Lula à presidência da República, Luizianne disse que poderá disputar a indicação ao Governo com Camilo Santana se ele não se posicionar a favor de Lula.

“Vou disputar com ele (Camilo) caso ele não saia do encontro dizendo que vai apoiar o Lula ou o candidato do PT”, reforçou. Se a presença do governador no evento é uma dúvida, quiçá seu posicionamento sobre Lula e Ciro.

Afilhado político de Cid e Ciro Gomes, Camilo Santana está numa encruzilhada com a pré-candidatura do líder petista e a candidatura do pedetista a presidente. Desde que foi anunciado como sucesso de Cid, em 2014, a fidelidade de Camilo às estratégias do PT é questionada.

Luizianne acredita que a ausência de Camilo em evento do PDT em Fortaleza em julho foi o mote para os Ferreira Gomes reforçarem o discurso de que vão indicar dois nomes para o Senado.

Leia também: Disputa pelo Senado divide aliança de Camilo Santana no Ceará

“Candidato do golpe”

A petista disse ainda que não vai apoiar a candidatura à reeleição de Eunício Oliveira (MDB), não por desentendimento com o senador, mas porque o PT quer manter a representação e há resistência, principalmente no Interior, de pedir voto para o “candidato do golpe”.

“Eu não tenho problema pessoal algum com Eunício, ele nunca me destratou nem pessoal nem politicamente. Diferentemente dos Ferreira Gomes, eles não perdem a oportunidade de me agredir, com exceção do Cid. Não sei qual é o problema, se é misoginia”, disse Luizianne.

Ciro Gomes

A ex-prefeita rechaça qualquer possibilidade de relação com os irmãos. “Não existe a menor chance de o PT nacional apoiar a candidatura de Ciro Gomes, vamos esquecer isso”, enfatizou Luizianne. “Eu disse isso para o governador”, reforçou, alegando que Camilo tinha expectativa de que, na ausência de Lula, Ciro pudesse ganhar o apoio.

Luizianne disse que Ciro “é um performático da política” que “diz o que a plateia quer ouvir” e no qual não se vê “marca real de um gestor”. “Qual a segurança que o povo brasileiro tem para votar numa pessoa que você pode levar um tabefe dele a qualquer momento?”, atacou.

Questionada por um ouvinte sobre o fato de o pedetista ser “ficha limpa”, ela disse que é difícil Ciro e os irmãos se tornarem “ficha suja” já que todas as instituições no Ceará “estão impregnadas com os dedos deles”.

“Tem muita gente que é ficha limpa e não é truculento que nem o Ciro. Ele deveria ser ficha limpa e uma pessoa que sabe lidar com as diferenças e não quer destruir o inimigo”

Conversas

As afirmações de Luizianne devem movimentar as articulações do PT até o Encontro de Tática da legenda. As lideranças do partido no Ceará estiveram em reunião na terça-feira (24), inclusive no Palácio da Abolição. O deputado José Guimarães e o presidente do PT estadual, Moisés Braz, disseram, através da assessoria, que só se manifestaram sobre os rumos após o evento.

Veja Também

ARNON BEZERRA: SUA REELEIÇÃO, SUA ADMINISTRAÇÃO E SEUS PROJETOS POLÍTICOS FUTUROS

CARTAS NA MESA O prefeito Arnon Bezerra em telefonema para este colunista se disse tranquilo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *